Notícias IBEC

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

A violação dos direitos humanos no Afeganistão

Jóvens Eleitos
Cristãos afegãos que compartilham sobre sua fé enfrentam violência e ameaças de morte. Mesmo assim, na Igreja do Afeganistão há muitos heróis da fé, que permanecem firmes em meio à forte perseguição. Terceira nação listada na Classificação de países por perseguição, lá, os direitos das mulheres são constantemente violados
Afegã.jpg


Um homem matou sua mulher a tiros na província de Kunduz, no norte do Afeganistão, por ela ter ido ao mercado sem sua permissão, informou nesta segunda-feira (12) à agência Efe, uma fonte policial.
O crime aconteceu ontem no distrito de Chahar Dara, segundo o porta-voz da polícia regional, Sarwar Hussaini, que contou que o homicida, chamado Khodaidad, matou a jovem de 24 anos em casa, ao voltar das compras, depois fugiu e encontra-se em paradeiro desconhecido.

Apesar dos avanços sociais que a queda do regime talibã há 12 anos acarretou, os direitos das mulheres no Afeganistão continuam sendo violados.
Em maio, o Parlamento afegão não aprovou uma lei contra a violência de gênero após a oposição dos partidos mais conservadores, que consideravam anti-islâmicos, entre outros fatores, os abrigos para vítimas de estupro.
Segundo a Comissão Independente de Direitos Humanos do Afeganistão, entre março e outubro de 2012 foram registrados no país mais de 4 mil casos de violência contra mulheres, 28% a mais que no mesmo período do ano anterior.
Com a retirada das tropas da Otan em 2014, alguns analistas consideram que a situação da mulher afegã tende a piorar. // Fonte da notícia: G1

A perseguição religiosa no AfeganistãoCidadãos do sexo masculino com idade acima de 18 e do sexo feminino acima de 16 anos, de mente sã, que se converteram a outra religião que não o islã, têm até três dias para se retratarem de sua conversão, ou serão sujeitos à morte por apedrejamento, à privação de todos os bens e posses e à anulação de seu casamento. O mesmo acontece quando o indivíduo é acusado do crime de blasfêmia. A conversão de um muçulmano a outra religião é considerada apostasia, sendo punível com a morte em algumas interpretações da lei islâmica no país. Leia mais aqui

Videos

Jovens Eleitos

Minha foto


sou Bispo da igreja batista ebenezer!!!!!  em universidade:

Teologia casado com Rosangela Monteiro treis filhos 

lindos  estor na  obra Missionaria


Recent Post