Notícias IBEC

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Assim diz o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel, a todos os do cativeiro, os quais fiz transportar de Jerusalém para babilônia: Edificai casas e habitai-as; e plantai jardins, e comei o seu fruto." (Jeremias 29.4-5)

Assim como Deus enviou esta mensagem para todos os cativos de Israel, Ele também envia estas palavras a todos os que de alguma forma estão em cativeiro. Pode ser enfermidade, dívida, desemprego, divórcio, enfim, não importa qual seja o cativeiro, a prisão, a dificuldade que esteja vivendo, é preciso apenas saber que, se estamos em cativeiro, foi por vontade ou permissão de Deus, uma vez que nada acontece por acaso. Se erramos, pecamos, desobedecemos ao Senhor e agora estamos nesta ou naquela dificuldade, não é hora para desanimar, mas, sim buscá-lo e clamar, e onde estivermos e como estivermos, nos levantarmos e fazermos a diferença no deserto que estivermos passando. Tirarmos frutos bons das dificuldades. Não devemos parar, mas seguir em frente, buscar solução, crer no Senhor, viver.
"Tomai mulheres e gerai filhos e filhas, e tomai mulheres para vossos filhos, e dai vossas filhas a maridos, para que tenham filhos e filhas; e multiplicai-vos ali, e não vos diminuais.” (Jeremias 29.6). Criar, produzir, reproduzir, viver, dar vida, não ficar prostrado em uma cama choramingando, se lamentando, ou com sentimento de auto-piedade, mas, transformar, mudar a situação do cativeiro. Ele poderá ser melhor se o transformarmos, se olharmos o que podemos aprender com esse cativeiro. Esta palavra não é base para um segundo casamento, mas, quando se fala aqui em casamentos, se fala em criar, dar vida, dar continuidade, de crer no Senhor, se levantar e praticar a Palavra Dele, pois não é o fim.
"E procurai a paz da cidade, para onde vos fiz transportar em cativeiro, e orai por ela ao SENHOR; porque na sua paz vós tereis paz.” (Jeremias 29.7). Não importa a nossa situação, ou o que estejamos passando ou vivendo, devemos sempre desfrutar de paz, por maior que seja a dor do sofrimento, devemos sempre agir e pensar com calma, não nos desesperarmos, não nos entregarmos, não reclamarmos, mas agirmos. Se existe uma dor clame ao Senhor, ore, faça valer a autoridade no nome de Jesus, mande o mal embora, se limpe, se converta. Tenha paz no cativeiro, confie no Senhor, tenha fé, pois, ao se converter e buscar o Senhor, terá o casamento restaurado, a cura da enfermidade, a divida será paga, o emprego aparecerá, enfim o milagre acontecerá se estiver em paz. Se tiver fé no Senhor terá paz.
"Porque assim diz o SENHOR dos Exércitos, o Deus de Israel: Não vos enganem os vossos profetas que estão no meio de vós, nem os vossos adivinhos, nem deis ouvidos aos vossos sonhos, que sonhais; Porque eles vos profetizam falsamente em meu nome; não os enviei, diz o SENHOR.” (Jeremias 29.8-9). Devemos observar a Palavra de Deus, e parar de acreditar em um bando de falsos profetas, de irmãozinhos e irmãzinhas mentirosos que entregam revelações falsas de acordo com o coração deles. São servos do inferno, que usam o nome do Senhor, falam o que Deus não mandou, pessoas que aconselham um segundo casamento, que mostram os buracos do inferno como se fossem portas que Deus estivesse abrindo. Acredite somente no Senhor, no VERBO, e sairemos do cativeiro quando nos convertermos, quando agirmos segundo os preceitos do Senhor, pois, cativeiro é punição e ensinamento do Senhor.
"Porque assim diz o SENHOR: Certamente que passados setenta anos em babilônia, vos visitarei, e cumprirei sobre vós a minha boa palavra, tornando a trazer-vos a este lugar." (Jeremias 29.10). No tempo certo o Senhor, Ele mesmo nos tirará do cativeiro. No momento que tivermos aprendido a lição, quando já tiver se cumprido em nós a punição, e, com certeza se tivermos nos convertido a Ele, e prontos para desfrutarmos da liberdade e das bençãos. Enquanto não estivermos prontos para desfrutarmos não as receberemos, pois, o Senhor não aceita ou permite desperdícios.
"Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais." (Jeremias 29.11). O Senhor quer o melhor para cada um de nós, quer que vivamos em liberdade e não aprisionados, não em cativeiro, deseja que em todo tempo desfrutemos de paz, para que tenhamos os nossos projetos, sonhos realizados, mas para que isto aconteça devemos aprender a OBEDECER.
"Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei.” (Jeremias 29.12). Quando formos obedientes e praticarmos a sua Palavra, teremos respostas imediatas aos nossos pedidos, teremos vida.
"E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração.” (Jeremias 29.13). Quando a nossa prioridade for o Senhor, sua Palavra, seu mandamentos, encontraremos Deus frente a frente, e receberemos todas as bênçãos, e receberemos o alvará de soltura do cativeiro e não mais voltaremos a ele.
"E serei achado de vós, diz o SENHOR, e farei voltar os vossos cativos e congregar-vos-ei de todas as nações, e de todos os lugares para onde vos lancei, diz o SENHOR, e tornarei a trazer-vos ao lugar de onde vos transportei.” (Jeremias 29.14)
Leiam e pratiquem a Bíblia.

Videos

Jovens Eleitos

Minha foto


sou Bispo da igreja batista ebenezer!!!!!  em universidade:

Teologia casado com Rosangela Monteiro treis filhos 

lindos  estor na  obra Missionaria


Recent Post